Dicas para os minimercados conquistarem o consumidor moderno


 

O mercado de vizinhança ou loja de vizinhança, como é chamado o pequeno varejo alimentar, é representado por minimercadosmercadinhos ou armazéns. É assim classificado por possuir de um a quatro caixas de atendimento. Esse tipo de pequeno negócio compõe um dos canais de vendas mais bem-sucedidos e promissores do varejo de autosserviço 

 

crescimento dos mercados de vizinhança deve-se à busca do consumidor por comodidadeproximidade e praticidade para a realização de suas compras. Fazer as compras ao lado de casa significa um deslocamento menor e mais rápido, pois um número cada vez maior de pessoas tem menos tempo para isso. 

 

Abaixo, selecionamos algumas dicas que vão te ajudar atrair esse público: 

 

Localização

 

A localização é um dos aspectos mais importantes quando se pensa em abrir um minimercado. Por ter características próprias que o distinguem das grandes redes de supermercados, vale a pena fazer um estudo detalhado sobre a região escolhida. Você precisa saber se terá público suficiente naquela localidade e se o local é seguro para você e seus clientes.

 

Além disso, deve pensar se haverá visibilidade, tanto do estabelecimento quanto para os produtos. Considere o fluxo de pessoas da região na qual você vai abrir o negócio. Uma boa dica é instalar-se perto de empresas, pois muitos trabalhadores preferem fazer suas compras menores em minimercados, ao invés de sair do trabalho e se dirigir a um supermercado.

 

Plano de negócios

 

Estude a concorrência e veja se há outros minimercados próximos ao local onde você deseja se estabelecer. Se houver, pense em quais diferenciais você pode oferecer ao seu público e como irá tirar esses clientes dos concorrentes.

 

Produtos perecíveis

 

Entre os principais cuidados que um dono de minimercado deve ter é em relação à validade dos produtos. Por se tratar de uma empresa que nem sempre mantém uma circulação contínua de clientes, é natural que alguns produtos perecíveis acabem estragando. Fique atento para sempre retirá-los das prateleiras antes que isso aconteça.

 

Veja também:
Como a utilização do código de barras pode auxiliar seu negócio?
Os 5 princípios do bom atendimento ao cliente
Como organizar as prateleiras corretamente para vender mais